NO PRINCÍPIO ERA…

O projeto envolve jornalistas e investigadores de jornalismo e comunicação na formação de professores e, indiretamente, de alunos sobre os desafios que hoje se colocam à importante função de mediar e escrutinar a realidade.

O projeto – financiado pela Direção-Geral da Educação e pelo Cenjor – conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

A HISTÓRIA

2017

  • A história do projeto remonta a janeiro de 2017, quando no 4.º Congresso dos Jornalistas Portugueses se aprovou uma moção considerando urgente promover a literacia para os media.

2017

  • Na sequência do Congresso, o Sindicato dos Jornalistas apresentou ao Ministério da Educação uma proposta de intervenção nessa área, concebida por jornalistas e académicos da área da comunicação.

2017

  • Numa primeira fase, uma centena de jornalistas e outros profissionais com ligações ao jornalismo e/ou academia participou num seminário de dois dias sobre o tema, com apoio do Cenjor – são estes que depois integraram as primeiras equipas para a formação dos docentes.
  • A formação dos membros da bolsa de formadores foi feita em duas datas: 1 e 2 de dezembro (Lisboa, nas instalações do Cenjor); 8 e 9 de dezembro (Porto,Polo das Indústrias Criativas da UPTEC).

2018

  • O projeto decorreu inicialmente em cinco escolas (selecionadas pela DGE), uma por área educativa do Continente, tendo esta fase terminado em maio de 2019.

2019

  • Dois anos depois, em 2019, o projeto arrancava em todo o Continente, estendendo-se aos Açores em 2020.

O COMITÉ EXECUTIVO

O projeto é planeado e organizado por um comité executivo de 10 especialistas capacitados para darem formação, escolhidos pelo SJ:

ADELINO GOMES

ANTÓNIO GRANADO

ISABEL NERY
COORDENADORA

MANUEL PINTO

MIGUEL CRESPO
COORDENADOR

RICARDO ALEXANDRE

SOFIA BRANCO
COORDENADORA

TIAGO DIAS

VANESSA RIBEIRO RODRIGUES

VITOR TOMÉ
COORDENADOR