A mostrar todos os 23 resultados

Alda Rocha
Alda Rocha

A vontade de fazer perguntas e partilhar respostas, levou-a à licenciatura em Comunicação Social (1993). De lá para cá, o caminho fez-se pelas redações de “Público”, “A Bola” e “Expresso”. Em 2001, tornou-se jornalista freelance, exceto nos intervalos em que foi editora da “Focus” e integrou as equipas fundadoras do “Metro” e do jornal “i”. Publicou reportagens em títulos tão diversos como “El Mundo”, “Up Magazine” ou “Visão”. O interesse por ciência levou-a a integrar a equipa de guionistas de “MegaCiência” (SIC, 2004), além de ser autora de “Inovadores” (TVI, 2011).

Detentora do CCP e certificado pelo Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Áreas de Especialização

  • Jornalismo com especialização em Ciência e Saúde
PEDIR FORMAÇÃO
Alexandra Barata
Alexandra Barata

Sou jornalista correspondente do Jornal de Notícias em Leiria, desde 2017, e colaboradora do Jornal de Leiria. Licenciada em Ciências da Comunicação e mestranda em Jornalismo, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, dou aulas na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Politécnico de Leiria, desde 2007. Leciono Informação e Géneros Jornalísticos, Relações Públicas e Assessoria de Imprensa, e Organização de Eventos e Protocolo. Sou detentora do CCP.

Áreas de Especialização

  • Jornalismo (imprensa, online)
  • Relações Públicas e Assessoria de Imprensa
  • Protoloco e Organização de Eventos
  • Comunicação organizacional

 

PEDIR FORMAÇÃO
Ana Baião
Ana Baião

Ana Baião nasceu em 1968, em Lisboa. Fez a sua formação no Instituto Português de Fotografia e aos 20 anos, tornou-se fotojornalista, iniciando a carreira no jornal O Século. Em 2000 transferiu-se para o Expresso, depois de ter passado pelas redações do Diário de Notícias e O Independente, ao mesmo tempo que colaborava com a agência Associated Press. Já por várias vezes expôs os seus trabalhos, tendo conquistado diversos prémios. Em 2017 publicou o seu primeiro livro “ Cante – Alma do Alentejo”.

Áreas de Especialização

  • Fotojornalista
PEDIR FORMAÇÃO
Ana Pinto Martinho
Ana Pinto Martinho

Ana Pinto Martinho é a editora do European Journalism Observatory (EJO) é professor convidada no ISCTE, investigadora no OberCom e assistente de investigação do CIES. Está ligada a projetos de investigação internacionais como o Newsreel, o Digital News Report, do Reuters Institute for the Sutdy of Journalism e a estudos da rede EJO.

No Cenjor dá formação nas áreas do jornalismo de dados, multimédia, comunicação digital, desinformação e fake news, e redes sociais.

Como jornalista dirigiu o iGOV, foi jornalista da InformationWeek, diretora da Interface – Administração Pública e trabalhou para meios como o Diário de Notícias, o Sol, e a RTP Informação.

É doutoranda, no ISCTE, com Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação (ISCTE) e uma Licenciatura em Comunicação Social (UBI).

Áreas de Especialização

 

PEDIR FORMAÇÃO
António Marujo
António Marujo

Jornalista do 7Margens, profissional desde 1985. Trabalhou no Expresso, revista Cáritas e Diário de Lisboa, programas Toda a gente é pessoa (Antena 1) e Setenta Vezes Sete (RTP) e Público (1989-2013). Desde 2013, colabora com múltiplas publicações, nacionais e estrangeiras.

Orientou um seminário de formação no Cenjor, sobre o Papa Francisco e a Igreja Católica, e dezenas de acções de formação. Vencedor de dois prémios europeus de jornalismo e de uma bolsa de investigação jornalística da Gulbenkian. Autor ou co-autor de duas dezenas de livros.

Áreas de Especialização

Jornalismo, especializado na informação religiosa e de âmbito social; Jornalismo de investigação

PEDIR FORMAÇÃO
Carla Rodrigues Cardoso
Carla Rodrigues Cardoso

Carla Rodrigues Cardoso é doutorada em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa. É Professora Auxiliar na Universidade Lusófona, onde dirige a Licenciatura em Comunicação e Jornalismo e é investigadora no CICANT. Interessa-se pelos Estudos dos Média e do Jornalismo, e pela História do Jornalismo e os Estudos de Revista, em particular. Analisa há mais de 20 anos o território das newsmagazines, com um enfoque especial nas capas deste tipo de publicação.

Áreas de Especialização

PEDIR FORMAÇÃO
Catarina Santos
Catarina Santos

Catarina Santos licenciou-se em Jornalismo e Ciências da Comunicação na Universidade do Porto, em 2004.

Estagiou na Rádio Renascença, trabalhou num jornal só para médicos e num canal só para estudantes. Em Abril de 2008 regressou à Renascença para integrar a equipa de vídeo, onde, durante 10 anos, ajudou a desenvolver uma linguagem multimédia própria. Em 2018 mudou-se para o jornal Observador, onde é actualmente editora da equipa de multimédia.

Áreas de Especialização

  • Filmagem e edição de vídeo, construção de reportagens multimédia (integrando várias ferramentas para contar uma história — vídeo, fotografia, texto, grafismo, ilustração, áudio), rádio.
PEDIR FORMAÇÃO
Élmano Ricarte
Élmano Ricarte

É pós-doutorando em Ciências da Comunicação no Instituto de Comunicação, da Universidade Nova de Lisboa (ICNova). Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade Católica Portuguesa (UCP). Duas Graduações (bacharelados) em Comunicação Social nas habilitações: Jornalismo e Rádio e TV pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com estágio na UCP. Mestre pelo Programa de Pós-graduação de Estudos da Mídia da UFRN. Formação pedagógica pelo Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas (CENJOR). Integra o Grupo de Estudos Boaventura (UFRN e Universidade de Coimbra). Membro da Rede de Pesquisadores em Folkcomunicação (Rede Folkcom). Coordenador-adjunto do GT de Jovens Investigadores da SOPCOM.

Detentor do CCP (F690237/2020 – CENJOR) e certificado pelo Conselho Científico-Pedagógico de Formação Contínua (CCPFC/DC-4605/20)

Áreas de Especialização

  • Comunicação de Ciência (com crianças e adolescentes; novas tecnologias e novos media com ciência; ciência cidadã; jornalismo científico);
  • Jornalismo (jornalismo televisivo; jornalismo impresso; desafios da desinformação e das notícias falsas na atualidade; formatos jornalísticos impressos)
  • Comunicação Digital (utilização de blogs, Instagram, Facebook, podcasts e Youtube com crianças e adolescentes; cyberbullying)
  • Fotografia (linguagem e estética fotográfica; fotojornalismo como instrumento de consciencialização sociocultural)
  • Audiovisual (realização e produção de programas televisivos e radiofónicos; guião e narrativa para audiovisual; edição e montagem)
PEDIR FORMAÇÃO
Helena Viegas
Helena Viegas

Sou jornalista freelancer e escrevo para o Expresso e para o suplemento semanal do Jornal de Negócios, tendo colaborado também com revistas como a Sábado e a Notícias Magazine. Para a Esfera dos Livros e a Porto Editora, trabalhei na coordenação de livros de não-ficção. Possuo o certificado de formador atribuído por Conselho Científico-Pedagógico de Formação Contínua e dou workshops de escrita criativa e não só, numa escola que se chama Escrever, Escrever — porque é o mais gostamos e é isso que se faz lá. Também tenho um filho e já plantei uma árvore. Falta-me só fazer quase tudo.

Áreas de Especialização

  • Jornalismo de sociedade (educação, saúde, direitos humanos, tendências); Literacia mediática
PEDIR FORMAÇÃO
Isabel Nery
Isabel Nery

Jornalista e investigadora, biógrafa de «Sophia de Mello Breyner Andresen», Isabel Nery é autora de várias obras de não-ficção, entre elas o livro de reportagem «As Prisioneiras»; o ensaio «Chorei de Véspera» e «Política e Jornais – Encontros Mediáticos».

Dois dos seus livros foram adaptados para curtas-metragens de animação. Enquanto jornalista passou pela televisão, diários e semanários, tendo trabalhado quinze anos na revista VISÃO, onde fez parte da equipa que criou a VISÃO Júnior, de que foi editora.

Atualmente mantém colaboração com publicações nacionais e internacionais, é vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas e membro do Comité Executivo do projeto Literacia para os Media e Jornalismo.

Áreas de Especialização

  • Reportagem e Géneros Jornalísticos; Imprensa; Jornalismo Literário; Saúde; Direitos Humanos; Política
PEDIR FORMAÇÃO
Jacinto Godinho
Jacinto Godinho

Jornalista dos quadros da RTP (Rádio e Televisão de Portugal) desde 1988. Como repórter fez vários trabalhos de investigação premiados, como Tráfico de hormonas para a carne de vaca (1993) e Caça aos golfinhos nos Açores (1994). Produziu e realizou e várias séries documentais, como é o caso de Ei-los que Partem – Uma história da Emigração Portuguesa (2006); A PIDE Antes da PIDE (2016) e Quando a Tropa mandou na RTP (2017) e A Gravação Secreta da Assembleia Selvagem (2019). Foi por duas vezes galardoado com o Prémio Gazeta do Clube de Jornalistas. Doutorado em Ciências da Comunicação pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa, investigador do ICNOVA, é professor auxiliar do Departamento de Ciências da Comunicação da FCSH-UNL. Publicou os livros As origens da reportagem – Imprensa (2009) e As origens da reportagem – Televisão (2011).

Áreas de Especialização

  • Grande Reportagem.
  • Jornalismo de Investigação
  • Jornalismo Televisivo.
  • Regulação do Jornalismo.
  • Ética e Deontologia para o jornalismo
  • Estudo dos Media
  • Análise de Discurso.
  • História dos Média.
  • Documentarismo
PEDIR FORMAÇÃO
João Pinho
João Pinho

Devorador de jornais e noticiários de tv e rádio desde criança, sempre vivi muito próximo do jornalismo e de jornalistas, tendo, no início da minha carreira, sido o primeiro responsável pela comunicação do CENJOR, onde acabei por frequentar o curso de Imprensa Escrita e o de Fotojornalismo.

Enquanto convicto assinante, comprador e consumidor de produtos jornalísticos, procuro manter uma ligação estreita – e exigente – com o meio, reforçado recentemente com a aproximação ao Cenjor, agora como formador.
Acredito que o jornalismo é um pilar essencial de qualquer sociedade decente, e tento dar o meu contributo para que possamos garantir que Portugal tem esse privilégio

Áreas de Especialização

  • Trabalho na área da comunicação estratégica, comunicação de crise, relações com imprensa, literacia para os media, media training…
PEDIR FORMAÇÃO
Jorge Eusébio
Jorge Eusébio

Sou licenciado em Ciências da Comunicação pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e tenho uma pós-graduação em Relações Internacionais tirada na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa.

Entrei na Lusa em março de 2017 ao abrigo da Google Digital News Initiative, onde coordenei o projeto Info3E, de agregação de indicadores macroeconómicos de vários países. Em dezembro de 2018 entrei para a editoria de Economia da Lusa, onde me mantenho até hoje.

Áreas de Especialização

  • Relações Internacionais e Economia
PEDIR FORMAÇÃO
Marisa Torres da Silva
Marisa Torres da Silva

Marisa Torres da Silva é professora auxiliar na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e investigadora integrada do ICNOVA. Foi jornalista freelancer e, desde 2006, é docente no departamento de Ciências da Comunicação da mesma universidade. Os seus interesses de pesquisa científica incluem a relação entre jornalismo e democracia, discurso de ódio online, literacia para as notícias, consumo de notícias, género e produção noticiosa, diversidade e pluralismo dos media, bem como jornalismo cultural, entre outros.

Áreas de Especialização

PEDIR FORMAÇÃO
Martins Morim
Martins Morim

Fui aprendiz de repórter na Rádio Estudantil (antiga Rádio Universidade) entre Maio/Junho de 1974 até Outubro de 1975;

Estagiei e fiz-me jornalista na Rádio Berlim Internacional (emissões em língua portuguesa) entre Outubro de 1975 e Outubro de 1984. Neste período, fui também correspondente de o diário e A BOLA. Nove anos de actividade profissional e de vida na antiga RDA ajudaram-me a conhecer a realidade do Leste europeu.

Regressado a Portugal, trabalhei por esta ordem em O Primeiro de Janeiro, o diário, Público e, ao mesmo tempo, sempre n ‘A BOLA, cujo quadro passei a integrar a partir de 1991 até 2016. Fui também colaborador de O Jogo e Diário de Notícias, bem como da Rádio Comercial.

Fui ainda correspondente em Portugal da Kicker Sportmagazin, a publicação desportiva mais importante da Alemanha (1991 até 2018) e continuo a colaborar com a rádio OndaMadrid, de Espanha.

Áreas de Especialização

  • Em primeiro lugar, Desporto, mas também Jornalismo e Relações Internacionais.em primeiro lugar, Desporto, mas também Jornalismo e Relações Internacionais.
PEDIR FORMAÇÃO
Miguel Crespo
Miguel Crespo

É jornalista, consultor editorial e professor de comunicação digital. No ISCTE-IUL é professor convidado nos mestrados em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação; em Gestão de Novos Média; e em Estudos de Internet; e nas pós-graduações em Jornalismo, e em Assessoria de Comunicação e Política.
É professor na pós-graduação em Marketing Digital do IPAM/Universidade Europeia, assessor da direção e coordenador de formação no Cenjor e formador na ETIC. É investigador assistente no CIES-IUL, participando em vários projetos nacionais e internacionais. É doutorando em Ciências da Comunicação e mestre em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação no ISCTE-IUL.

Áreas de Especialização

  • Literacia dos Media, Jornalismo, Redes sociais, desinformação e fake news, comunicação digital
PEDIR FORMAÇÃO
Paulo Pereira
Paulo Pereira

Paulo Jorge Pereira nasceu a 13 de agosto de 1970 em Lisboa. Licenciado em Comunicação Social pela Universidade Nova de Lisboa (FCSH), a paixão pelo Jornalismo levou-o a trabalhar, a partir de 1992, em jornais como A Bola, Record, Diário Económico e Jornal Económico.

Em 2017 trabalhou no Sindicato dos Jornalistas e publicou o romance “Filhos da Primavera Árabe”. De janeiro de 2018 a maio de 2019 foi chefe de redação do semanário Contacto, jornal português no Luxemburgo.

Áreas de Especialização

PEDIR FORMAÇÃO
Ruben Martins
Ruben Martins

Jornalista no jornal PÚBLICO e autor do podcast diário P24. Doutorando em Ciências da Comunicação no ISCTE-IUL, com uma tese sobre podcasts em Portugal.

Áreas de Especialização

  • Jornalismo com especialização em rádio, podcasts e novos media.
PEDIR FORMAÇÃO
Sandra Tavares
Sandra Tavares

Investigadora e doutoranda na King’s College London, onde está a desenvolver a tese sobre o papel dos media, memória e imaginário dos jovens na construção da cidadania. Obteve o mestrado em Ciências da Comunicação, especialização em Comunicação, Cidadania e Educação, pela Universidade do Minho.

Foi assistente de docência nos seminários (métodos de investigação) e professora do módulo Skills Workshop, no departamento Cultura, Media e Industrias Criativas, na King’s College. Atualmente é professora convidada para lecionar o programa de Verão, ‘Arte, Media e Cultura’ na mesma instituição onde está filiada. Membro do grupo European Literacy Network e Associate Fellow da Higher Education Academy UK (reg.PR150767).

Durante o seu percurso académico, trabalhou em organizações não governamentais, como investigadora, nomeadamente na Save the Children UK.

Áreas de Especialização

  • Ciências da Comunicação com especialização em Comunicação Cidadania e Educação; Investigação jovens e cidadania; Memória social e identitária; Literacia dos media
PEDIR FORMAÇÃO
Teresa Abecasis
Teresa Abecasis

Sempre gostou de contar histórias e de tecnologia. Escreveu as primeiras histórias no jornal da escola primária e no 5º ano criou o site da turma.

O jornalismo multimédia chegou em 2007, fazendo vídeos para a rádio quando a Rádio Renascença estava a dar os primeiros passos na área. Gosta de pensar em reportagens que se podem ler, ver e ouvir.

Distinguida com o Prémio Fernando de Sousa em 2019 e o Prémio Gazeta Multimédia em 2016. Actualmente, integra a equipa de multimédia do Jornal Público. Detentora do CCP (ex-CAP).

Áreas de Especialização

  • Multimédia, vídeo
PEDIR FORMAÇÃO
Teresa Campos
Teresa Campos

Jornalista desde 1995, nos quadros da revista VISÃO desde 2001. Licenciada em Comunicação Social pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa em 1989/1993, com estágio curricular no jornal Publico.

Membro fundador do site da revista VISÃO em 2001, coordenadora do site da revista Visão Júnior entre 2007 e 2009, e ainda de um canal sobre Envelhecimento Ativo, em 2012, e outro sobre cidadania, em 2013.

Na seção sociedade, acompanhou regularmente as áreas da Educação e da Igualdade.

Áreas de Especialização

  • Educação
PEDIR FORMAÇÃO
Vânia Maia
Vânia Maia

Tudo começou aos microfones de rádios locais mas, hoje, é na imprensa que dá voz aos protagonistas das histórias com as quais se cruza. Licenciada em Ciência Política e Relações Internacionais, passou por Barcelona no âmbito do programa Erasmus.

Frequentou o curso de Especialização em Jornalismo do CENJOR, pós-graduou-se em Relações Internacionais e, também, em Cultura Contemporânea e Novas Tecnologias, na Universidade Nova de Lisboa. Em 2016, foi júri da primeira fase do mais prestigiado galardão de jornalismo ibero-americano, o Prémio Gabriel García Márquez.

É uma das autoras convidadas do livro Tudo Por Uma Boa História (A Esfera dos Livros, 2017). Em 2019, foi distinguida pelo Alto Comissariado para as Migrações e pela Liga Portuguesa Contra o Cancro com o Prémio de Jornalismo de Imprensa.

É uma das vencedoras da segunda edição das Bolsas de Investigação Jornalística atribuídas pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Áreas de Especialização

Direitos Humanos, Saúde, Cultura.

PEDIR FORMAÇÃO
Vitor Tome
Vitor Tome

Vitor Tomé é professor auxiliar na Universidade Autónoma de Lisboa, jornalista (CP1524A) e investigador do CIES-ISCTE-IUL (foco na Literacia dos Media; Cidadania Digital e Jornalismo).

Doutor em Educação, pós-doutorado em Ciências da Comunicação, exerce funções de especialista internacional (ex.: Conselho da Europa; TPDC, Tbilissi, Georgia) e de coordenador científico (Projeto PICCLE, PNL/DGE; Academia de Cidadania Digital, financiada pela FC Gulbenkian).

Formador de professores (DGE e ANP) e de jornalistas (CENJOR), lecionou em Portugal, Brasil e Japão. Detentor do CCP (ex-CAP) e certificado pelos Conselho Científico-Pedagógico de Formação Contínua.

Áreas de Especialização

  • Literacia dos Media, Educação para a Cidadania Digital, Jornalismo, Direitos Humanos
PEDIR FORMAÇÃO